Acervo de Memória Camponesa e Cultura Popular

Acervo de Memória Camponesa e Cultura Popular

Acervo de Memória Camponesa e Cultura Popular

Já está em processo de incorporação no Memov o acervo do projeto “Memória Camponesa e Cultura Popular”, desenvolvido conjuntamente pelo PPGAS/Museu Nacional e por outras universidades contando com o apoio do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural, do Ministério de Desenvolvimento Agrário (NEAD/MDA) e com recursos do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). O projeto “Memória Camponesa e Cultura Popular” consiste em uma série de seminários – com os respectivos registros audiovisuais - realizados sob a coordenação do antropólogo Moacir Palmeira, em iniciativa do Núcleo de Antropologia da Política (NuAP), Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com a participação de pesquisadores de várias instituições acadêmicas, de entidades sindicais e de movimentos sociais.

O projeto foi desenvolvido entre 2004 e 2010, com a realização de um primeiro seminário no Rio de Janeiro, em outubro de 2004. Seguiram-se seminários realizados no Rio Grande do Norte (janeiro de 2005), Pernambuco (janeiro de 2005), Paraíba (abril de 2006), Ceará (setembro de 2006), Paraná (abril de 2007), Rio Grande do Sul (setembro de 2007), São Paulo (novembro de 2008) e Goiás (dezembro de 2008). Depois de 2010, o projeto foi desdobrado em outras iniciativas de resgate da memória camponesa.

Surgido como uma demanda dos próprios trabalhadores rurais, o projeto, ao registrar de forma audiovisual depoimentos de lideranças camponesas com atuação entre os anos 1950 e 1980, buscou resgatar a memória dos movimentos sociais no campo, promovendo e estimulando um conjunto de iniciativas de registro, pesquisa, divulgação e reflexão sobre a presença econômica, política, social e cultural dos trabalhadores rurais no Brasil, assim como seu papel nas lutas pela Reforma Agrária. As mesas de relatos sobre as memórias de lutas no campo foram completadas por testemunhos da plateia, enriquecendo as informações.disponíveis sobre as trajetórias e sobre os contextos. Nos estados de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, os pesquisadores Moacir Palmeira e José Sergio Leite Lopes também realizaram registros audiovisuais a partir de narrativas de diversas lideranças camponesas, acompanhando seus percursos a suas áreas de origem, com vistas a um futuro documentário.

O acervo do projeto Memória Camponesa e Cultura Popular é composto por documentos audiovisuais e textuais, em linguagem digital.