Acervo Movimentos Sociais e Esfera Pública

Histórico

O projeto Movimentos Sociais e Esfera Pública: o mundo da participação foi realizado a partir de uma parceria do Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE – UFRJ) com a Secretaria Geral da Presidência da República e contou com o apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Coordenado pelos antropólogos José Sergio Leite Lopes e Beatriz Heredia, diretores do CBAE-UFRJ, o projeto contou com pesquisadores de diversas instituições universitárias, como UFRJ (Museu Nacional, IFCS, IPPUR), FGV (CPDOC), PUC-Rio, UFRRJ e UERJ, e de diferentes disciplinas, como antropologia, sociologia e história.

O projeto teve a duração de dois anos (de novembro de 2012 a novembro de 2014), durante os quais foram realizados os trabalhos de campo específicos de cada eixo, debates entre os pesquisadores em seminários, reuniões coletivas para o aprofundamento dos parâmetros metodológicos do projeto.

Objetivos

A partir de uma diversidade de movimentos sociais na atualidade (movimentos do campo, movimentos de povos e comunidades tradicionais, movimentos indígenas, movimento sindical de trabalhadores urbanos, movimentos urbanos por moradia, movimentos negros, movimentos de mulheres, movimentos LGBT, movimentos de juventude), o projeto pretendeu compreender as transformações recentes dos movimentos sociais brasileiros, os processos de tensão, acúmulos, negociações, aprendizagem e rupturas dos movimentos sociais na sua relação com o Estado e a Esfera Pública.

O projeto, em suas diversas temáticas, procura compreender a participação a partir do ponto de vista dos próprios movimentos, enfatizando o lugar da experiência e das formulações coletivas, explorando a nem sempre visível fronteira que separa o Estado dos Movimentos Sociais, seguindo os atores em suas transformações e mudanças de posicionamento em relação à essa fronteira. A pesquisa pretende contribuir com os debates contemporâneos sobre as transformações sociais e políticas na sociedade brasileira e traça historicidades a partir das lutas sociais e seus acúmulos.

Como produtos, o projeto produziu uma publicação que reúne artigos com os resultados finais da pesquisa, um extenso levantamento bibliográfico sobre movimentos sociais no Brasil, um dicionário de verbetes referentes às lutas sociais e populares no país, assim como materiais produzidos ou recolhidos em trabalho de campo (fotos, áudios, materiais digitalizados) e produções durante o projeto (vídeos de aulas preparatórias, vídeos de eventos de divulgação, apresentações para divulgação, anexos), todos disponíveis a partir do acervo.

Movimentos Sociais e Esfera Pública. O mundo da participação.
Baixar aquivo em PDF Ler PDF online

Levantamento da Produção bibliográfica sobre movimentos sociais no Brasil | em PDF

Dicionário Histórico dos Movimentos Sociais Brasileiros (1964-2014) | em PDF


Realização:

Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ Secretaria Geral da Presidência da República

Apoio:

 Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj)